5 sinais dizem para mudar sua carreira agora

Você alguma vez já se pegou pensando: “Eu detesto meu trabalho” ou “Não encontro motivação no trabalho”?

Saiba que existem milhares, zilhares, nlhares de pessoas com o mesmo pensamento.

Uma pesquisa feita pelo Gallup em 2014 aponta que apenas 13% das pessoas está realmente engajada no trabalho, os outros estão desmotivados ou até mesmo jogando contra. Outra pesquisa mais recente, realizada em 2017 pelo Instituto Locomotiva, mostrou que 56% dos trabalhadores brasileiros com carteira assinada estão insatisfeitos em seus empregos.

Mas será que simplesmente mudar de emprego é a melhor solução?

Veja abaixo 5 sinais que demonstram que há grandes chances de sua carreira necessitar de um novo rumo. E nem sempre mudar de emprego é a solução!


1. Acordar é um sacrifício diário

Acordar de manhã para ir ao trabalho é uma verdadeira luta! O despertador fica na soneca algumas muitas vezes e quando se dá conta já está mais uma vez atrasada(o/x) para chegar a sua mesa de trabalho.

A falta de energia e disposição está cada vez mais constante e você já não sabe o que fazer para mudar esse cenário.

Já pensou que talvez seja interessante buscar uma atividade antes de ir trabalhar? Uma academia, meditação, corrida no parque, andar de bicicleta, etc.

Um hábito que te traga satisfação pode ajudar na rotina de acordar no horário e sair de casa.

 

2. As tarefas diárias já não trazem mais satisfação

Você se esforça diariamente, mas as tarefas do trabalho já não trazem empolgação. Só de pensar em começar a fazer o que precisa começa a dar aquela gastura e qualquer outra atividade como rede social, cafézinho pronlongado, longas idas ao banheiro se tornam melhores que fazer as atividades diárias.

E se você pensar em uma mudança de área ou se programar para uma mudança de função no mesmo trabalho?

Pode ser (não é fato e varia de indivíduo para indivíduo) que precisa de novos desafios, algo que faça com que exija mais de suas habilidades e competencias naturais.


3. O dia demora uma eternidade pra passar

 

Você passa o dia todo esperando que a hora de ir pra casa chegue logo, passa o dia contando os minutos e seguindo e quanto mais conta as horas menos demora a chegar o fim do expediente.

É possível também que você conte os dias pra chegar o feriado só pra ficar bem longe do trabalho e pensar que o final de semana será melhor aproveitado quando tem um dia a mais pra descansar (eu já pensei muito dessa forma). E quando o feriado termina, vem aquela baita depressão de ter que retomar a rotina de trabalho que já não te satisfaz mais.

E se ao invés de esperar sempre por um feriado prolongado, planejar atividades que trazem mais emoções positivas como alegria, felicidade, gratidão, satisfação, etc?

Planejar atividades que mudem sua rotina podem aumentar o seu grau de satisfação e por consequência terá mais assuntos interessantes para conversar nos intervalos e principalmente para se lembrar ao longo da semana, diminuindo então aquela sensação de cansaço e vontade de mudar de emprego.

4. Está enviando currículo desesperadamente

 

Está enviando currículo todos os dias e parece que as vagas andam correndo de você. Muitas vezes você nem recebe um convite para uma entrevista e quando recebe tem a sensação que está lá apenas cumprindo tabela.

A falta de retorno das entrevistas começa a incomodar e você imagina que existe alguma deficiencia em você e que talvez não seja competente o suficiente para preencher as vagas de trabalho.

Começa a pensar que deve-se a algum fator externo:

– “Deve ser a crise, muita gente procurando trabalho,”

– “É ano de eleição, nada acontece nessa época,”

– “É ano de Copa do Mundo, as pessoas ficarão ligadas no futebol,”

E mais tantas e tantas outras desculpas, sim desculpas!

Você já parou pra pensar que talvez seja você que precisa mudar? Mudar a sua energia, a sua postura, seu engajamento, seu entusiasmo.

Tem um velho ditato que diz: “Tudo que vai, volta”.

Então, comece a analisar o que você tem colocado de energia em seus processos seletivos. É de empolgação ou de desespero?

 


5. Você deixou de aprender algo novo

 

Por fim, você não se vê aprendendo algo novo, não vê desafios e acaba achando que sua carreira está estagnada ou em um grade retroceso. Não encontra motivação para participar das atividades da empresa, pois acredita que não há um propósito bem definido para sua área ou função.

Pode ser também um conjunto de todas as outras situações em diferentes  partes do dia ou da semana e com isso está cada vez mais com a sensação de estar perdido(a/x) e sem saber o que fazer.

Aquela velha frase “Casar ou comprar uma bicicleta” cada vez mais faz sentido.

Não sabe se a saída é procurar emprego, mudar de carreira, fazer uma nova faculdade, verificar o que o mercado exige de especialização, se tornar empreendedor…a lista só aumenta.

Nesse caso quero deixar uma pergunta importante: sua insatisfação é com a sua profissão ou com a empresa que trabalha?

Para finalizar…

Nem sempre a melhor saída é trocar de emprego quando as coisas não vão tão bem. É preciso identificar quais são os reais ganhos e perdas de permanecer na situação que está.

Sim ganhos, pode ser que estar na zona de conforto traga algum benefício e por que sair de algo que conhecido para se arriscar no desconhecido?

Como Coach que ajuda pessoas a encontrar o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, costumo indicar um tempo para reflexão e uma lista de prós e contras no trabalho.

Se você já tentou colocar em prática as dicas acima e sente que não funcionou, pode ser que você precise começar a pensar em algo que se chama propósito de vida, algo que te faça levantar da cama todos os dias com entusiasmo e que te faça pensar que faria isso até de graça.

Comece agendando uma sessão experimental para que você possa viver as suas escolhas, dê seu primeiro passo rumo as mudanças significativas de sua vida.

Acesse: www.nathaliareis.com/agende

Um beijo,

Até mais 🙂